Category Archives: pílulas

Uma vez eu, doidão, fiquei um tempão assistindo TV. O único detalhe era que ela não estava ligada. Fiquei assistindo a TV.
– um amigo

Entorpecentes

Aqueles que dizem que tudo o que é bom é ilegal, imoral ou engorda, desconhecem o poder de um fabuloso par de sapatos.

– Coco Chanel… Mentira. Nerita Oeiras mesmo.

Purgatório: ode aos meus defuntos.

Algumas pessoas têm a cara anônima. O rosto está ali, e até diz alguma coisa, mas não remete a nada. Talvez você conhecesse aquela pessoa, mas ela tinha outra cara. Era mais bonita,mais feia, mais velha, mais nova ou tinha o rosto mais engraçado. Pensando bem, agora você a reconhece, alguns traços são aqueles mesmos de outrora, mas perdeu-se a personalidade. Murchou. Pessoas murcham e desaparecem bem ali na sua frente. Nada mais têm a dizer. E somem para sempre no pior dos limbos: o esquecimento.

Com as etiquetas

Potluck

Gogol, política, Federico Puppi, cabernet sauvignon, Martha Vélez, queijo parmesão, crítica de arte, Bráulio amaro alpino, T.H.C., Harry Belafonte, Tarobinha, Pantaleone, Chet Baker, listerine.

Improvável atingir júbilo superior.

“As pessoas geralmente sofrem porque vêm apenas um lado, um ponto de vista, e insistem nele.”

Deepak Chopra. Não. Hahaha. Nerita Oeiras mesmo. Essa semana estou soando como um livro de auto-ajuda!

Eu, guru.

Com as etiquetas