T9

Passamos horas à fio agarrados àquelas proteses eletrônicas cada vez mais refinadas. Nunca tivemos tanto trabalho para nos manter conectados: email, telefonemas, facebook, twitter, whatsapp, sms, e por aí afora. E digitar nos teclados virtuais é um empresa árdua, os dedos ou são grossos demais, ou secos demais, ou gordurosos demais, ou sujos demais, ou molhados demais. E geralmente estamos fazendo milhões de coisas enquanto escrevemos, trocando de roupa, cozinhando, dirigindo, andando. O negócio do whatsapp, por exemplo, é tão viciando que não duvido nada  se alguém disser que o utiliza enquanto está no chuveiro, entre uma ensaboada e outra (essa sou eu num momento quente de DR virtual). Claro, ninguém lê o que está escrevendo assim na correria.  Ainda por cima tem o T9, aquela “fantástica” tecnologia de texto preditivo, fazendo-nos cometer as mais imperdoáveis gafes.

No Rio geralmente me hospedo na casa do meu irmão. Certa vez aós uma viagem curta, imaginando poder encontrá-lo muito à vontade em casa com a sua companheira, achei prudente avisar que estava chegando. “Querido, estou indo dormir na sua casa. Bjs”. Eu e essa mania de chamar todo mundo de querido…  Meu irmão se chama Lucas. Alguns meses depois, apagando mensagens antiga, vejo que mandei a mensagem para o Lucas errado. Um rapaz que trabalhou comigo e que ainda deve estar se perguntando como assim que queria ir para a casa dele na calada da noite, e que capaz que ainda deve estar me esperando aparecer por lá até agora.  Sei de um jornalista que tem uma fonte quentíssima no comando da polícia, a quem aciona de vez em quando para obter informações preciosas. Num dos protestos desse último mês, ele ligou para a fonte, perguntando se a situação estava calma. A fonte disse: “sim, está tudo tranquilo, tudo sob controle”. Apenas alguns segundos depois, estouraram bombas de gás lacrimogênio ao seu lado. O jornalista, achando que faria um bem avisando ao comando que a coisa estava saíndo do controle, devolvendo a gentilza, escreveu rapidamente as duas palavrinhas mais eficientes que pode encontrar para descrever a situação : “deu merda”. Com a magia do T9, a sua fonte no comando da polícia recebeu um baita insulto: “seu merda”. E imagino que para o pobre jornalista, ao perceber a gravidade do seu erro, deve ter dado merda mesmo …. literalmente.  Já com o email, como no caso de um amigo meu, ao escrever para uma pretendente: “Quero você. Sai comigo amanhã?”. E acaba enviando o email para a chefe, cujo primeiro nome era igual ao da verdadeira destinatária. A chefe era tão, mas tão feia, um verdadeiro dragão, que o problema maior nem era ela ver e achar estranha a mensagem. O problema maior seria ela  acabar aceitando.

Mas a pior de todas é que um dia descobri que o corretor de textos troca a palavra PAU pela palavra PAI. Pois é…. Isso mesmo que você está imaginando…  Gostei muito de chupar seu pai. Agora, piore um pouco a situação, adicionando a informação de que o pai do dito cujo falecera recentemente.

Mas a gente não aprende, quer tudo rápido, e ainda não desligou o corretor. Esperando a próxima gafe, inevitável. Porque sim, a gente é pobre e não tem nem crédito para ligar se não for de TIM para TIM. Mas a gente se diverte. Espero suas gafes.

Anúncios

4 thoughts on “T9

  1. Fernando Jr. diz:

    Muito bom! Hahahahaha…

  2. Sylvia Arcuri diz:

    Tem algumas, a gatinha Cotinha, só aparece como Continha. Tem tantas mesmo. O pior é ficar tentando decifrar e achar sentido no texto equivocado que o outro te escreveu.

  3. Leo V diz:

    Ah, gostei!

    E TIM pra TIM é a salvação, hahah.

Reclame aqui :P

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: